Seis Tendências de Social Media para 2010

Abaixo segue o texto “Six Social Media Trends for 2010“, traduzido na íntegra no Plataforma Interativa e escrito por David Armano, um usuário ativo e pensador no mundo do marketing digital, design de experiência, e da web social,  . Para quem gostar, que tal seguir o @Armano no Twitter?

—————-

Em 2009 tivemos um crescimento exponencial dos meios de comunicação social. De acordo com a Nielsen Online, o Twitter cresceu 1.382% desde fevereiro, registrando um total de pouco mais de 7 milhões de visitantes únicos nos E.U.A. num mês. Enquanto isso, o Facebook continuou a ultrapassar o MySpace. Então, o que podemos esperar dos meios de comunicação social em 2010? Em 2010, a mídia social vai ficar ainda mais popular, mais móvel, e mais exclusiva – pelo menos, esse é o meu palpite. Quais são as próximas tendências a longo prazo que poderemos ver logo no próximo ano? Em nenhuma ordem particular:

1. Meios de comunicação sociais começarão a parecer menos sociais :

Com grupos, listas e redes de nicho cada vez mais popular, as redes podem começar a tornar-se mais “exclusivas”. Nem todos conseguem acompanhar todas as informações veiculdas nas suas redes de relacionamento o que acaba criando muito “ruído” na comunicação. Talvez não é que elas se tornarão menos sociais, mas pode ser que as pessoas comecem a procurar a chegar a um acordo quanto a obtenção de valor nas redes através da filtragem da desordem.

2. Empresas começaram a investir em relacionamento com clientes através das mídias sociais:

Há relativamente poucas grandes empresas que têm escala iniciativas sociais para além do marketing one-off ou iniciativas de comunicação. Empresas como Best Buy já deslocaram centenas de funcionários para prestar apoio aos seus clientes pelo Twitter. Os empregados são geridos através de um sistema personalizado que mantém o controle de quem participa. Este é um sinal de que no próximo ano as empresas voltarão mais seus olhares para descobrir as economias ou servir os clientes de forma mais eficaz através de alavancagem de tecnologias sociais.

3. Social Business ganha cada vez mais importância:

Os participantes são incentivados e recompensados através de maiores níveis de participação. Como os participantes da sua rede não tem vinculo com sua empresa, eles podem facilmente abandonar sua rede e ir para concorrência. Nesse caso, a alternativa é procurar formas de incentivar a atividade dentro das redes internas e externas de forma a mante-las o maior tempo possível;

4. Sua empresa terá uma política de mídia social:

Se a empresa onde você trabalha ainda não tem uma política de mídia social em vigor, com regras específicas de participação em várias redes, é provável que você verá algo formaliado sobre como a sua empresa participará nessas mídias.

5. Mobilidade será a salvação das mídias sociais:

Com cerca de 70 por cento das empresas proibindo o uso de redes sociais e, junto com as vendas de smartphones em ascensão, é provável que as pessoas procurem seus dispositivos móveis para alimentar seus vícios de mídia social. Como resultado, podemos ver mais e / ou melhores versões de nossas redes sociais em nossos celulares.

6. Compartilhamento não significa mais e-mail

O jornal New York Times desenvolveu um aplicativo para Iphone que permite que o usuário facilmente transmita um artigo através de redes como o Facebook e o Twitter. Muitos sites já suportam esta funcionalidade, mas é provável que veremos um aumento no comportamento do usuário conforme se torna mais popular para as pessoas compartilharem com as redes assim como elas costumavam fazer com listas de e-mail.