Redes sociais como fonte de mobilização da sociedade

As redes sociais cada vez mais ganham funções de utilidade pública. Um exemplo é a forma como elas vêm sendo usadas para movimentar a população e chamar a atenção para causas de extrema importância na sociedade. Este potencial de mobilização tem sido cada vez mais utilizado pelos usuários. Quantas vezes um problema nacional não se transforma em hashtag no twitter, ou um evento de protesto contra algum acontecimento é organizado pelo Facebook? Desta vez, o que motivou as pessoas a se manifestarem na web foi um aumento nas tarifas de ônibus municipais no Espírito Santo.

O protesto foi organizado principalmente por estudantes, que buscaram incentivar e convocar a população para manifestar nas ruas da cidade. Para analisar e ter dados concretos sobre este papel das mídias sociais como plataformas de protesto e fiscalização de causas comunitárias, foi desenvolvido o infográfico abaixo. Ele compilou dados e citações sobre a manifestação entre os dias 7 e 24 de janeiro. O levantamento aponta a participação de aproximadamente 800 pessoas participando das citações nas mídias sociais. A maioria das mensagens relativas ao acontecimento foi publicada no twitter.