O círculo social do Google+ e seu potencial para as marcas

Lançado há algumas semanas, o Google+ ainda está em fase de observação. Apesar da rápida quantidade de usuários adquirida em cerca de três semanas (sendo que o Brasil é o sexto país com mais pessoas na rede), a nova rede social do Google ainda levanta incertezas. O número baixo de usuários ativos, por exemplo, é um dos fatores que contribuem para alimentar as dúvidas que cercam seu crescimento e sucesso.

Mesmo com a indefinição dos últimos dias, no entanto, é importante que os pequenos empresários estejam atentos às oportunidades que os recursos do Google+ oferecem e que serão úteis quando a rede social estiver disponivel para criar perfis corporativos.O principio básico da rede social do Google se baseia nos círculos de amizade. Segundo os desenvolvedores, a ideia se apoia no fato de que, no cotidiano das nossas relações pessoais, compartilhamos informações específicas com grupos e pessoas distintas. Ou seja, agora temos a oportunidade de agir desta forma também no universo on-line. Esta diferenciação é o ponto chave de relevância para as empresas.

O recurso poderá ser utilizado por exemplo para personalizar ofertas e conteúdos de acordo com os círculos criados pela empresa. Funcionará ainda para que a marca possa definir e dividir seus públicos e demais envolvidos, como por exemplo em consumidores fieis, possíveis consumidores, fornecedores, etc. É esta divisão que propicia ao empreendedor destinar conteúdo relevante e singular e estreitar laços de confiança com os que cercam seu negócio.

Por isso, enquanto o momento dos perfis corporativos ainda não chega à nova rede social, é importante que donos de pequenos negócios articulem e estudem as ferramentas que poderão ser utilizadas para promover a marca dentro do Google+ e auxiliar na consolidação da imagem e reputação da marca on-line.