Facebook ainda cresce, mas desacelera nos EUA

O ano de 2011 foi um marco para a história do Facebook. Ao mesmo tempo em que ultrapassou a marca de 800 milhões de usuários, a rede social anunciou uma grande reformulação instaurada pelo lançamento da nova timeline. O recurso visa organizar a vida do internauta de forma cronológica no site. Entre manifestações de aprovação e desapontamento com a nova funcionalidade, a rede de Mark Zuckerberg registrou durante o ano um crescimento fantástico que promete seguir em 2012. No entanto, esta realidade pode começar a mudar nos EUA.

Após verificar que o ano passado representou os piores 12 meses para o crescimento do site dentro do país, é provável que a rede social esteja entrando em uma fase de saturação entre os internautas americanos. A conclusão se baseia nos dados colhidos pela recente pesquisa ComScore que mostrou uma queda no ritmo de crescimento do site entre os americanos.

Tendo em vista esta análise, o objetivo da rede social agora é investir em outros países que se encontram em momento de franca ascensão, como o Brasil. A expectativa é que o site alcance seu primeiro bilhão de registros já neste ano.