Dois mil amigos? Saiba que você interage com cerca de apenas 150

Quantas pessoas seguem o seu perfil no Twitter? Quantos amigos no Orkut e no Facebook você tem? Essas perguntas são muito comuns, mas agora um recente estudo da Universidade de Cornell, em Nova York, apontou que, mesmo nas redes sociais, seu cérebro tem um limite no número de contatos com o qual consegue se relacionar simultaneamente.

Qual é esse limite? Ele parece variar, mas em geral respeita o modelo conhecido como Número de Dunbar que sugere que a área utilizada para o pensamento consciente e a linguagem é capaz de administrar interação com um número máximo de 150 contatos simultaneamente.

Assim como na vida “offline” (se é que ela realmente existe), os estudiosos Bruno Gonçalves, Nicola Perra e Alessandro Vespignani, nós aumentamos a nossa rede de relacionamento e amizade até um ponto de saturação, mas em seguida começamos a deixar esses relacionamentos menos frequentes, mantendo  vínculo apenas com os usuários\amigos mais próximos, raciocínio previsto pela teoria do Número de Dunbar.

O estudo se limita a falar do relacionamento entre pessoas, não abrangendo as empresas que em geral procuram empresas especializadas que desenvolvem um planejamento de comunicação e se relacionam com os consumidores de forma diferenciada e próxima.