Matheus Policarpo

Skype apresenta novidades com design renovado

Primeiro foi o “Snapgram”, e agora lá vem o Skype querendo arrumar um prefixo? É isso mesmo Microsoft? O software da empresa terceira colocada no ranking de marcas mais valiosas do mundo, abriu o mês de junho com mudanças acompanhando as tendências de aplicações no design, interface e recursos.

Desde os primórdios dos anos 2000, o Skype seguia com aquela essência circular/molecular azul, um incômodo para quem acompanha as inovações do design e viu tantas alternativas surgirem. E agora não vai ter mais dúvidas, se alguém se perguntava se ele era uma rede social, a seção “Highlights” é álibi. Lá, o usuário pode publicar uma fotografia ou vídeo como história, que ficará disponível durante uma semana para seus contatos (alô, alô Snapchat/Instagram/Facebook). A última versão do serviço faz com que toda a experiência se sinta muito mais social.

Além disso, o visual do chat foi completamente renovado. Em um estética que anda de mãos dadas com o Messenger, agora você pode escolher um cor para as mensagens, e usar GIFs, adesivos e os “mojis” – semelhante aos emojis – como reações. A chamada de vídeo e áudio continuam com o compartilhamento de fotos e vídeos.

Segundo a Microsoft, “esse é apenas o começo”. Também estão trabalhos: jogos baseados em turnos em bate-papos (isso mesmo, tipo aquele do basquete no Messenger), novos vínculos com Cortana e outros recursos “inteligentes” que aproveitam a nova câmera no aplicativo do Skype.

No pé do WhatsApp, Messenger, Instagram e Snapchat, a nova versão do sistema é já chega para Android neste mês e em segunda no iOS. Windows e Mac devem receber a atualização em breve.

Instagram vai mudar timeline para posts de mais relevância

“Veja momentos que você se importa primeiro”. É com esse título que o Instagram anunciou em seu blog sua próxima mudança. O app deixará de exibir posts por ordem cronológica, mostrando apenas aqueles que forem destaque. Uma estratégia semelhante ao algoritmo do feed de notícias do Facebook.

Segundo a rede social, “70% do conteúdo dos feeds dos usuários não é visualizado por eles”. Curioso. Mas será que vamos ter a opção de ver as “Principais histórias” ou as “Mais recentes” como no Facebook?
O aplicativo, que nunca usou essa forma de mostrar suas fotos e vídeos, salientou que com essa medida, o usuário não vai perder nenhum post. No comunicado, a empresa ressalta: “Isso significa que se o seu músico favorito compartilhar um vídeo do show da noite passada, a publicação estará esperando por você quando acordar, independentemente de quantas contas você segue e em qual fuso horário vive”.

Por enquanto, o algoritmo está em fase de testes. A novidade deve ser apresentada daqui alguns meses. Enquanto isso, a rede social trabalha com feedbacks para corrigir possíveis erros.

Conheça o Canvas, o novo guia de anúncios do Facebook

Uma novo meio de criar anúncios, que convenhamos, são sensacionais. O Facebook disponibilizou o novo formato no Brasil em fevereiro, nele o anunciante personaliza a forma do seu conteúdo multimídia, que será executado apenas em smartphones.

via GIPHY

Sim, isso mesmo. O Canvas foi criado apenas para smartphones. Segundo o Facebook, “Com o aumento do acesso online via dispositivos móveis, o desafio dos anunciantes de contar uma história relevante é ainda maior. A partir disso, buscamos desenvolver funcionalidades que proporcionem uma experiência positiva ao descobrir marcas e produtos no Facebook”.

Em uma pesquisa divulgada pela empresa no segundo semestre de 2015, a receita publicitária dos dispositivos móveis é responsável por 76% do faturamento do Facebook, sendo 1,31 bilhão de usuários no mobile por mês, e 844 milhões de pessoas online via smartphones ou tablets.
Com o Canvas, você tem diferentes componentes para seus anúncios, deixando eles com uma estética completa e mais bonita, provocando seu lado criativo. A partir do design imersivo, as pessoas conhecem histórias em formatos panorâmicos, onde elas próprias podem dar zoom para explorar os detalhes, além dos carrossel de imagens e botões call-to-action.

Para as métricas, o destaque é os insights detalhados que a ferramenta oferece, que dizem até onde o usuário chegou no anúncio, quanto tempo as pessoas passaram com o anúncio em tela cheia e outras informações essenciais para ajudar a melhor os conteúdos.
Para começar a usar o Canvas, acesse esse link.

Facebook libera “Reactions”, os novos botões para expressar emoções

Introducing Reactions from Facebook on Vimeo.

Após um ano de testes, sendo liberado apenas em alguns países da Europa, o Facebook anunciou hoje a liberação de sua nova ferramenta, Reactions. Criada como uma extensão do curtir, o usuário agora pode expressar seus sentimentos além de apenas gostar de algo.

Depois de muitas reclamações pela falta de alternativa no botão curtir, por não conseguir expressar seus sentimentos e emoções além do gostar, a empresa norte-americana decidiu implantar novas opções na rede social. São cinco botões, onde cada um representa um sentimento/emoção, “Amei”, “Haha”, “Uau”, “Triste” e “Irritado”.

Para os emojis aparecerem, o usuário tem que manter o dedo pressionado no ícone “curtir” (nos aplicativos móveis) ou passar o mouse sobre o “curtir” (versão desktop). As reações estão disponíveis apenas para posts, assim, não é possível comentar com os emojis. A novidade está sendo aplicada aos poucos, se ainda não apareceu para você fique tranquilo, logo será disponibilizado.

Para aqueles que estiverem com dúvidas em relação aos Insights, o Facebook afirmou que todas reações terão o mesmo valor do botão curtir, mas nas páginas serão mostrados de forma separada, ajudando as marcas a entenderem melhor se o público está gostando ou não do conteúdo postado.

Instagram surpreende e lança “microssérie”

Em um mundo onde o streaming é a ferramenta mais inovadora e usada pelas pessoas, as redes sociais também estão sempre renovando seus conteúdos. Depois do Vimeo e Snapchat, o Instagram também decidiu explorar novos meios de contar histórias.

O app lançou na última quarta-feira (3), o primeiro episódio de Shield 5. A nova minissérie (ou “microssérie”, se preferir), conta com 28 capítulos, todos com duração de 15 segundos, respeitando as normas de duração de vídeos da rede social. Desenvolvida exclusivamente pelo Instagram e com direção de Anthony Wilcox, a série conta a história do motorista de segurança John Swift (Christian Cook), acusado de ter participado de um roubo de diamantes, que resultou na morte de um colega. Diante disso, Swift vai lutar para provar sua inocência, enfrentando o departamento de polícia e as pessoas que o acusaram de ter relação com o roubo.

Com um roteiro sem desenvolvimento de personagens e subtramas, a série de ficção terá um novo episódio lançado todos os dias.

Confira o primeiro episódio: