Aumento de 22% em compras online no Dia das Mães

O comércio eletrônico já sofreu muitas mudanças, do famoso Mercado Livre às compras coletivas, das inseguranças dos consumidores às novas tecnologias e leis que começam a proteger os “compradores online”. O último dado divulgado pela e-bit, entretanto, foi surpreendente: um aumento de 22% nas compras de Dia das Mães, em relação ao mesmo período do ano passado.

Com um tíquete médio de R$ 350, as compras online surpreenderam e o alto valor já é uma das provas de que os consumidores estão se sentindo mais seguros para comprar pela internet. Em primeiríssimo lugar, ao contrário do que podemos inicialmente pensar não estão CDs e livros, mas produtos de beleza, com 14% das compras. Em segundo lugar na pesquisa estão os eletrodomésticos com 13% da preferência, seguido pelos celulares, com 7% e moda e acessórios com 6%.

Os principais responsáveis por esse aumento são os consumidores da Classe C, que com maior poder aquisitivo investem na internet para adquirir produtos de qualidade que em geral tem preços mais acessíveis, além da facilidade de não sair de casa, enfrentar tumulto, lojas cheias e mau atendimento.

Comércio digital, e-commerce ou compras coletivas, independente do nome dado e da forma de negociação ou atendimento, o que vale é que as compras online estão crescendo e fazem parte de um ramo em constate crescimento, por isso, para quem estiver em dúvida se entra ou não nesse mercasdo uma pesquisa rápida pode dar uma resposta, mas um bom planejamento é fundamental para a conquista do sucesso!