A importância de encurtar uma URL antes de compartilhar

Pode parecer bobeira, mas o cuidado que se tem com links pode fazer toda a diferença na hora do clique. Dessa forma, os encurtadores – ou compressores – são ferramentas essenciais para deixar URLs mais amigáveis. Este tipo de serviço tem como finalidade diminuir os links grandes demais, facilitando, assim, o uso em redes sociais, como o Twitter (que limita 140 caracteres por tweet), Facebook (pelo tamanho e pela estética) etc.

Para os produtores de conteúdo web, URLs pequenas também facilitam pela menor extensão que ocupam no texto, deixando espaço melhor para redigi-lo. Além destes benefícios, os compressores oferecem serviços de métricas que permitem acompanhar, por exemplo, a quantidade de visualizações, de cliques, a origem de cada um, entre outros.

Apesar de parecerem semelhantes, as vantagens que os encurtadores oferecem podem variar bastante. Veja abaixo alguns sites que oferecem esse serviço gratuitamente e algumas das ferramentas disponibilizadas em cada um:

Bit.ly 
Após um cadastro (via Facebook, Twitter ou email), você tem acesso ao número de cliques que seu link recebeu e até mesmo de que local do mundo eles vieram. Há como saber também quem mais encurtou o mesmo link que você.

Migre.me 
O Migre.me é o encurtador mais usado entre os brasileiros. Ele permite que você veja os links mais clicados, os mais retuitados, ver as fotos mais visualizadas etc. Além disso, ele é totalmente integrado ao Twitter! Outra vantagem do migre.me é a possibilidade de consultar links suspeitos, para não cair na armadilha dos crackers. A única desvantagem é não poder acompanhar os cliques de todos os seus posts. Apenas os tweets mais populares têm esse privilégio, em um ranking na página principal.

Goo.gl

Este é o encurtador do Google. Ele oferece informações como: número de cliques, horário de maior número de cliques, local de origem, browser e sistema operacional do usuário.

Quem desejar ter não só uma URL encurtada, mas também personalizada com o nome da empresa, deverá registrar um domínio. Este tipo de serviço é pago e os preços variam. Por isso, vale pesquisar os valores nos diferentes sites de registro (ou registrars) antes de decidir por algum. Mas, isso é conversa para outro dia…