10 + 1 razões para ter um ou vários Blogs Corporativos

Para quem não sabe, Blog Corporativo são blogs produzidos para ou por uma marca, empresa, produto ou organização. O Blog dentro de uma empresa poderá ter como público-alvo uma audiência externa (clientes, parceiros, mercado) e uma audiência interna (colaboradores). Ele ainda melhora o relacionamento com os clientes e fortalece a imagem da empresa, influenciando pessoas, engajando comunidades e espalhando assuntos pertinentes. Como resultado, apesar de subjetivo, ele converte visitas em oportunidades de negócios, a partir da construção de fidelidade e bom relacionamento com clientes. Mas, se você ainda não se convenceu de que sua empresa precisa de um blog coporativo, abaixo segue 10 + 1 razões para ter um ou vários blog corporativos:

  1. A voz da empresa: O blog pode ser visto como a representação da voz de uma empresa, dando notícias, sobre produtos ou serviços. Em caso de crises de imagem, por exemplo, o blog é um canal para o executivo ou equipe de comunicação da empresa expor suas posições sem restrições de tamanho, mídia ou formato.
  2. Relacionamento com o cliente: O blog é uma ferramenta importantíssima de relacionamento com os clientes da empresa. Dúvidas podem ser tiradas, confusões desfeitas, e até novos produtos ou serviços desenvolvidos a partir do feedback fornercido.
  3. Fidelização: Um blog que dê notícias sobre a empresa, a área de atuação, forneça entretenimento ou conteúdos interessantes de forma atualizada, será acessado e aos poucos públicos vão sendo fidelizados. Assim, os blogs podem ser um ponto de contato constante com o consumidor, promovendo lembrança de marca.
  4. Referência de conteúdo: A expertise é um ponto vital na conquista de clientes, e pode ser usada como diferencial em relação aos concorrentes. E o blog pode ser uma maneira de provar essa expertise para clientes atuais e potenciais, através do conteúdo produzido.
  5. Divulgar um produto: Um tipo de blog são os focados em divulgação de um certo produto da empresa. Muitas vezes são escritos por convidados que interagem com o produto e contam suas experiências.
  6. Integração com mídias sociais: Incorporação de vídeos, fotos, apresentações, integrando o blog com outras ferramentas de mídias sociais, gerando interação na rede.
  7. Posicionamento em buscas: Blogs corporativos com um bom fluxo de conteúdo podem tornar-se relevantes em buscas relacionadas ao produto que a empresa oferece. O blog, juntamente com outras mídias sociais, torna-se o ponto de contato com a marca em mecanismos de buscas.
  8. Links patrocinados: Alguns blogs coporativos podem fazer parte da estratégia de anúncios de links patrocinados.
  9. Anúncios, monetização e parcerias: Blogs corporativos com conteúdo mais amplo podem gerar receita financeira direta para a empresa. Exemplo: Banners, Venda direta de espaço para parceiro.
  10. Eventos offline: Alguns blogs, devido a seu cárater mais pessoal, tornam-se os melhores lugares para o desenvolvimento de eventos de marca. Promoções, concursos culturais e eventos exclusivos direcionados a leitores fiéis geram mais relacionamento e empatia com a marca e o produto.

+ 1 – Branding: Os tipos de produzidos em um blog de determinada marca também influenciam no branding. Produzir ou recomendar determinado tipo de conteúdo também fala sobre a marca, seus valores, percepções do mundo, etc.

blog

Os blogs são capazes de ajustarem a vários objetivos que a empresa pretende alcançar. Mas, é de extrema importância que a empresa faça um planejamento, tenha conteúdo relevante e constante, sutileza no aspecto comercial, e que ela tome o blog como parte do mix de comunicação on line. Ainda coloco que a empresa não pode ter pressa e foco em resultado imediato. É preciso visão de longo prazo para que os resultados se tornem tangíveis  ao passo que a empresa está construindo um relacionamento com seus stakeholders, além da construção de sua própria marca dentro da web, um processo de branding, iterativo, dinâmico, e digital.

Alguns exemplos de blogs corporativos, de todos os tipos e áreas: